Cabeceira/PI,  24 de setembro de 2020
 

20 de novembro de 2017 Informações da Postagem: Por Apolo Araújo Imprimir Postagem

Prefeito e Técnicos do IEGM de Cabeceiras participam de treinamento do Tribunal de Contas do Estado em Barras

Inclusive uma das escolas do município de Cabeceiras foi destaque no encontro, foram projetadas fotos em slides da escola Maria das Mercês da visita surpresa dos auditores do órgão, realizada na semana passada. Nesta visita a escola, os auditores avaliaram as instalações, em especial o Plantão Pedagógico com pais e Professores e a acolhida.

O Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI) realizou na manhã desta sexta-feira (17) o V Treinamento do IEGM – Índice de Efetividade da Gestão Municipal, em Barras. O curso tem o objetivo de capacitar e orientar prefeitos, gestores municipais e a sociedade civil sobre a ferramenta do IEGM que é utilizada por todos os Tribunais de Contas do país para medir a efetividade das políticas públicas.

O evento aconteceu no auditório do SENAC, em Barras.  A abertura foi feita pelo presidente do TCE-PI, conselheiro Olavo Rebelo, e estiveram presentes os prefeitos de de Barras, Carlos Alberto Lages Monte; de Cabeceiras, José Joaquim; de Nossa Senhora dos Remédios, Manoel Lázaro; e de Boa Hora, Francieudo Nanuto. Além disso, compareceram também o presidente da Câmara de Barras, Irlândio Sales; da Câmara de Batalha, Claysson Amaral; e da Câmara de Boa Hora, Francisco Canuto.

O curso foi ministrado pelas auditoras de controle externo Lucine Batista e Maria Olívia Reis, que esclareceram os gestores sobre importância do encaminhamento dos dados, visto que eles estarão sujeitos as mesmas penalidades de não fornecer o  balanço fiscal, como multas e inspeções.”A ideia é conscientizar as pessoas da importância do IEGM e já começar a prepará-las para as informações do próximo ano, alertando-as dos problemas ocorridos neste ano”, destacou, Lucine.

O IEGM consta de um conjunto de informações que medem a qualidade e eficácia das políticas públicas e das ações dos municípios nas áreas de educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, cidades protegidas e governança em tecnologia da informação.

Os objetivos do índice são compor a consolidação do IEGM Brasil e permitir aos gestores a correção de rumos, reavaliação de prioridades e consolidação do seu planejamento, contribuir para a transparência e aprimoramento da gestão pública, melhorar a sistemática de acompanhamento e avaliação das políticas públicas, alcançar eficácia e efetividade nas ações de controle externo e fortalecer o controle social.

TEXTO: A GRANDE BARRAS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Comentários

icone Facebook
%d blogueiros gostam disto: