Cabeceira/PI,  28 de fevereiro de 2021
 

8 de janeiro de 2018 Informações da Postagem: Por Apolo Araújo Imprimir Postagem

Incidência de raios aumenta no verão; saiba como se protejer

Pancadas fortes e repentinas de chuva são características do verão e com elas, a incidência de raios também aumenta.

As chuvas que caem nesta época do ano garantem a produção de alimentos, acumula água nos reservatórios,  alivia o calor e melhora a qualidade do ar. Mas as tempestades que começam de repente podem ser perigosas. No verão, conforme aumenta o número de temporais, a incidência de raios também cresce. O Brasil é o campeão de raios, são cerca de 50 milhões de raios por ano, isso porque é o maior país da zona tropical do planeta, onde o clima é mais quente e úmido e por isso, a formação de nuvens de tempestade é maior.

De acordo com o pesquisador do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Odair Pinto Jr., o corpo humano não atrai os raios, “nem mesmo quem tem marca-passo, pino ou outras estruturas metálicas”. Mas algumas ações podem acabar facilitando o atingimento, como a exposição em lugares abertos, onde aí sim o seu corpo, se torna o maior condutor.

Como evitar?

Segundo o ELAT (Grupo de Eletricidade Atmosférica) do INPE, a melhor forma de se proteger, é se abrigar em locais fechados, como casas, comércios e carros, mas é importante se manter longe de materiais metálicos, tomadas, e aparelhos elétricos.

Se a pessoa estiver em um local sem um abrigo próximo e sentir que os pelos do corpo estão arrepiados, ou que a pele começou a coçar, isto pode indicar a proximidade de um raio que está prestes a cair. Neste caso, o ELAT aconselha que a pessoa ajoelhe-se e curve-se para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles.

Com informações do site Tempo Agora


Comentários

icone Facebook
%d blogueiros gostam disto: