Cabeceira/PI,  30 de setembro de 2020
 

14 de agosto de 2018 Informações da Postagem: Por Apolo Araújo Imprimir Postagem

Empresário é preso acusado de comandar quadrilha em Teresina

Um dos presos é o empresário Carlos Roberto dos Santos, mais conhecido como “Baixinho”, que é considerado o chefe da organização criminosa.

Piauí deflagrou na manhã dessa terça-feira (14) a operação “Entre Rios”, que prendeu 15 pessoas e está sendo coordenada pela Delegacia Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE) e a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, com apoio da Polícia Militar do Piauí. Entre os presos está um empresário que atua nas cidades de Teresina e Timon. A ação foi coordenada pelos delegados Matheus Zanatta e Cadena Júnior.

Segundo informações da Polícia Civil, o objetivo da operação era identificar e localizar os componentes de organização criminosa, responsável pela prática dos crimes de associação e de tráfico de drogas na cidade de Teresina, onde o grupo atuava nos bairros Dirceu Arcoverde I, Jardim Europa, Planalto Bela Vista, São Joaquim, bem como em Timon, no Maranhão, no residencial Novo Tempo e no Povoado São Gonçalo.

No caso de Timon, foram encontradas duas propriedades localizadas na zona rural, que eram usadas para guardar as drogas, que vinham principalmente do Estado do Pernambuco.

Um dos presos é o empresário Carlos Roberto dos Santos, mais conhecido como “Baixinho”, que é considerado o chefe da organização criminosa e responsável pelo abastecimento e distribuição de entorpecentes. Ele já foi condenado por tráfico de drogas em 2005 na Bahia e em 2006 no Piauí e atualmente estava atuando no ramo empresarial.

Ele foi preso ainda na segunda-feira (13), após ser flagrado transportando drogas . Carlos tem uma loja de autopeças no bairro Tabuleta, no posto Magnólia, onde funciona em seu nome a empresa C R dos Santos Peças para Veículos. Já em Timon ele atuava como produtor rural de melancia.

Também foram presos: Francisco Dalton de Araújo Oliveira e José Terto da Silva Filho, e os responsáveis pela guarda e deposito dos entorpecentes as pessoas de Fabrícia Abreu Fernandes Noronha, David dos Santos Bonfim, Sebastião Rodrigues Marques e Daniela Rodrigues Marques de Oliveira, pai e filha, respectivamente, também foram presos Hailton da Silva Marques e Manoel Alcides da Silva, responsáveis pelo crime de transporte de drogas ilícitas e que estavam no sítio do empresário em Timon. Os delegados Matheus Lima Zanatta e Walter Pereira da Cunha Junior, da Depre, coordenaram a operação.

Fonte: GP1


Comentários

icone Facebook
%d blogueiros gostam disto: