Cabeceira/PI,  9 de maio de 2021
 

8 de novembro de 2018 Informações da Postagem: Por Apolo Araújo Imprimir Postagem

Piauí reduz índice de vulnerabilidade social, diz Ipea

O Piauí é um dos estados que conseguiu evoluir e reduzir o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) e está à frente de Pernambuco, Amapá, Pernambuco, Acre, Alagoas, Pará, Amazonas e Maranhão. No Brasil, segundos dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os estados com menor IVS são Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O Piauí não tem nenhum município entre os 30 com maior Índice de Vulnerabilidade Social.

Complementar ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), o IVS revela 16 indicadores estruturados em três dimensões, como infraestrutura urbana, capital humano e renda e trabalho, permitindo um mapeamento singular da exclusão e da vulnerabilidade social para os 5.565 municípios brasileiros (conforme malha municipal do Censo demográfico 2010) e para as Unidades de Desenvolvimento Humano (UDHs) das principais regiões metropolitanas (RMs) do país.

Essas dimensões correspondem a conjuntos de ativos, recursos ou estruturas, cujo acesso, ausência ou insuficiência indicam que o padrão de vida das famílias encontra-se baixo, sugerindo, no limite, o não acesso e a não observância dos direitos sociais.

Na região Nordeste, os estados de Alagoas e Maranhão são os que apresentam o maior percentual de municípios nessas duas faixas de maior vulnerabilidade, 96,1% e 95,4%, respectivamente. No Maranhão, 78,8% dos municípios se encontram na faixa da muito alta vulnerabilidade social.

Na faixa de muito baixa vulnerabilidade social há apenas um município nordestino (Fernando de Noronha/PE).

Fonte: Meio Norte


Comentários

icone Facebook
%d blogueiros gostam disto: